sábado, 24 de abril de 2010

Pulserinha que não é do sexo ganha braços das garotas cariocas

As pulseirinhas se plástico, estão dominando a moda entre as crianças e jovens do Rio. Elas "amam" as opções de cores e o fato delas não terem qualquer relação ou conotação erótica, como a proscrita- pelo menos, de escolas públicas e privadas do estado, as chamadas, pulserinhas do sexo.
Em formato de espiral, elas são, na verdade, prendedores de cabelo que a garotada preferiu transferir para o braço, ganhando, com forma sutil e com graça, espaços nas escolas e nas ruas. As cores dessas 'novas' pulserinhas não possuem nenhum significado; são pôr no braço, ficar colorido e se divertir -sem segundas intenções. As meninas costumam a usar no braço de 5 a 10 pulserinhas coloridas, que podem ser encontradas em feirinhas de bairros. Cada unidade custa R$0,50 e também podem ser compradas em pacotes com 5 pulserinhas que custa R$2,00. Meninas dizem as brincadeiras que podem fazer com elas: "Podemos trocar entre nós as pulseiras. Às vezes, não tenho uma cor que minhas amigas tem, e a gente troca". As mãe das meninas, falam que ficam bem mais calmas com essas pulseiras que não tem significados.
Espero que tenham gostado...
Dominique

Um comentário:

  1. Bom,eu tinha isso,eu não sei aonde enfiei esse treco . :D

    ResponderExcluir

Não deixe de comentar!

Free Blue Multi Glitter Pointer MySpace Cursors at www.totallyfreecursors.com